Capacitar os colaboradores é um dos grandes desafios das organizações. Entenda como o RH pode atuar de maneira mais estratégica neste aspecto.

Uma empresa competitiva investe na capacitação de seus colaboradores. Afinal, é o conhecimento e a habilidade de inovar e resolver problemas que fará com que o negócio prospere mesmo em tempos de crises.

No mercado atual, essa capacidade de absorver novos conhecimentos é ainda mais importante. Especialmente porque estamos atuando em um ambiente incerto e altamente dinâmico, o que requer a habilidade de aprender e se adaptar rapidamente.

No entanto, ainda é comum que as empresas invistam em treinamentos e não consigam os resultados esperados. Afinal, aprender é um processo mas, ainda assim, a capacitação de colabores precisa trazer retorno.

Como o RH pode atuar, então, de maneira mais estratégica para converter os treinamentos em vantagem competitiva para a organização?

Os princípios básicos do desenvolvimento

Antes de tudo, é importante entender que o processo de aprendizagem passa por alguns princípios que não podem ser desconsiderados. Afinal, são esses princípios que garantem com que o conteúdo passado seja usado de maneira produtiva na rotina dos colaboradores.

Os princípios básicos do treinamento e desenvolvimento de pessoas são:

  • o conhecimento reside e se origina na mente dos colaboradores;
  • o conhecimento só é compartilhado quando há confiança para tal;
  • o compartilhamento de conhecimento precisa ser estimulado e recompensado;
  • o conhecimento criativo precisa ser estimulado de diferentes maneiras;
  • o suporte da liderança e a disponibilidade de recursos são essenciais para o processo;
  • toda iniciativa relacionada à treinamentos e desenvolvimento devem começar com um projeto piloto;
  • toda as iniciativas do tipo devem ser analisadas de maneira quantitativa e qualitativa;
  • a tecnologia promove novos comportamentos associados ao conhecimento.

Com base nos princípios, é possível entender o quanto o fator humano é importante no desenvolvimento de conhecimento. Afinal, se as pessoas não forem envolvidas, elas dificilmente conseguirão transformar o aprendizado em atitudes.

Também é importante notar que o uso de ferramentas e a aplicação dos treinamentos na prática é bastante importante nesta equação. Especialmente em um mundo com tantas informações, conseguir captar o interesse e a atenção do colaborador é uma atividade cada vez mais complexa.

Portanto, usar conceitos como o de gamificação e facilitar o acesso ao conteúdo por meio da tecnologia pode fazer toda a diferença!

RH como criador de oportunidades

Outro ponto fundamental para criar um ambiente em que o conhecimento seja compartilhado está em justamente criar oportunidades para que ele entre em prática.

Essa pode parecer uma dica óbvia, no entanto, muitas empresas ainda falham em permitir que os colaboradores inovem e participem. Dessa forma, a  organização não é aberta a melhorar processos ou abraçar novas visões de mercado.

Como resultado, os colaboradores não se sentem motivados a desenvolver novas habilidades. Ainda, aqueles que possuem o conhecimento se fecham e não o compartilham com o restante da equipe.

Nesse sentido, o RH precisa criar condições para que a empresa use melhor aquilo que as pessoas sabem. Assim, elas entenderão que são valiosas e úteis para o negócio. E, consequentemente, se sentirão mais à vontade para compartilhar conhecimento.

Em outras palavras, é preciso criar oportunidades para que o conhecimento privado se torne público para o negócio. Portanto, não basta apenas investir em treinamentos. Mas também, criar condições para que eles sejam aplicados na rotina de trabalho.

Como transformar treinamentos em resultados

Muito mais do que aplicar treinamentos, o RH precisa partir de um planejamento estratégico. Assim, é possível identificar as necessidades do negócio e dos indivíduos para direcionar os conteúdos.

Ao implementar os treinamentos, use técnicas que realmente envolvam as pessoas e mostrem, na prática, como aquelas habilidades e dicas podem ser usadas.

Novamente, técnicas como a gamificação e a disponibilização de conteúdos online fazem toda a diferença. Assim, os colaboradores ficam mais engajados e ainda têm a possibilidade de estudar no momento e no local que for mais conveniente para eles.

Por fim, é essencial avaliar os resultados obtidos. Sendo que essa atividade pode ser realizada por meio de feedbacks ou avaliações online.

É apenas com a avaliação que será possível medir a eficácia dos treinamentos e entender como eles estão gerando resultados para a empresa.

Precisa de ajuda com todo este processo? Então, não deixe de conhecer a ferramenta do RH Digital e entender como ela pode ajudá-lo a engajar os colaboradores nos treinamentos!

AUTOR

RH Digital

Somos uma empresa de tecnologia de pagamentos com soluções inovadores que facilitam processos no setor de Recursos Humanos. Somos especialistas em folha de pagamento, gestão de vale transporte e cartões benefícios e reconhecimento e premiação. Recentemente, reunimos toda a nossa expertise em uma única plataforma de serviços para o RH: o RH Digital.